domingo, 28 de maio de 2017

Um apartamento em / An apartment in Barcelona



Este apartamento em Barcelona reúne uma série de características que chamam por mim, como de costume, o branco, a madeira e os tons neutros, numa mistura elegante. Tem também uma parede de destaque, que é uma reflexão que vos trago amanhã.

***

This apartment in Barcelona brings together a series of characteristics that call for me, as usual, white, wood and neutral tones, in an elegant mix. There is also a prominent wall, which is a reflection that I bring to you tomorrow.






Este quadro gigantesco é o que eu chamo de parede de destaque, um elemento que chama de imediato a nossa atenção:

***

This gigantic picture is what I call a prominent wall, an element that immediately calls our attention:



Outro aspecto que estamos a ponderar é o chão da cozinha, o que acham da ideia desta cozinha? O Chão de toda a casa é em madeira, mas a zona da cozinha é em azulejo. Gostam desta divisão do espaço?

***

Another aspect we are considering is the kitchen floor, what do you think of the idea of this kitchen? The entire floor of the house is in wood, but the kitchen area is tiled. Do you like this division of space?










 Até amanhã!  /  See you tomorrow!



Maria Teresa Martins
( Paixão pelo que é bonito )

Muito obrigada pelos vossos comentários
Olhem o meu sorriso ao lê-los.




sábado, 13 de maio de 2017

Era uma vez... a história de uma "Dream Home" - a nossa! / Once upon a time - the story of a Dream Home - ours!

Olá a todos, como repararam tenho andado um pouco arredada do Blog, cheia de ideias mas sem tempo... quem acompanha o blog sabe que pusemos a casa à venda mas não sabe o resto... vendemos a casa ao primeiro casal que cá entrou :) em Novembro...soube bem. Mas, não tinhamos ainda comprado casa e então andamos a adiar a assinatura do contrato de promessa de compra e venda, por uns meses... o processo não foi fácil porque tínhamos algumas limitações, ao nível do orçamento claro e limitamos a procura a uma "casa de banco", por duas razões: o financiamento é de 100 % e a taxa de juro é mais simpática. Para limitar ainda mais a procura, não queríamos deixar a zona onde vivemos actualmente porque as rotinas estão aqui todas instaladas, desde o ginásio à manicura (falo por mim, claro)... apesar de termos visitado outras zonas,  voltamos sempre à estaca zero... e isto quem procura casas sabe que, se gostamos do layout não gostamos do tamanho, se gostamos do tamanho não gostamos das loiças, se gostamos das loiças, não tem sol...se gostamos de tudo no interior, o espaço exterior dá para o vizinho, se não dá para o vizinho dá para uma casa abandonada, se tem uma vista agradável o espaço só dá para uma espreguiçadeira e se eventualmente, cumpre quase todos estes requisitos não podemos pagar :)...etc, etc, etc... isto foi só para explicar a dificuldade...

Finalmente vimos uma casa que correspondia às nossas expectativas, no que diz respeito ao layout da casa, open space em todo o rés do chão... um pedaço de terreno simpático e qual é o senão? Ainda está em construção (o lado positivo é que podemos escolher todos os materiais, acabamentos e alterar o que quisermos), mas o processo na Câmara tem de ser iniciado novamente, o que significa tempo e custos extra...

Todo o processo é mais ou menos como um puzzle... lá assinamos o CPCV da venda da nossa casa e foi preciso esperar pelo decorrer de todos os procedimentos bancários inerentes, que demora sempre mais do que o desejado. Depois, é preciso conjugar a escritura de venda da nossa casa com a escritura de compra da nova casa e, logo a seguir outro problema, temos de sair desta casa e arranjar um espaço para colocar todas as coisas até a casa nova estar pronta e nós temos de ir viver para algum lado...

Como estamos em maré de poupança, ou não tivéssemos uma casa para acabar e por isso,  não nos convém pagar o arrendamento de uma casa e o empréstimo bancário da casa nova em simultâneo. Conclusão: vamos viver para casa dos meus pais durante o tempo da construção. Não vai ser fácil...

Por outro lado, é preciso um espaço para pôr todos os nossos pertences. Também se resolveu: uma amiga tinha dois quartos desocupados e temporariamente vão ficar cheios até ao tecto. Mora perto, dá para ir transportando as caixas de carro, de fim-de-semana em fim-de-semana.

Foi preciso começar a embalar e devo dizer que só deste sótão, empacotamos 39 caixas, fora todas as coisas que já tínhamos em caixas, todas as roupas da casa, nomeadamente tapetes, panos e paninhos, toalhas, turcos, lençóis e edredons, etc,etc,etc., quadros, telas e biblots... para tudo isto foram precisas caixas de cartão que eu não queria comprar. Então começou uma romaria a vários sítios: lar da 3ª idade (caixas de fraldas para idosos), farmácias, bombas de gasolina (caixas do tabaco) e até ver ainda não comprei nenhuma...

Outros desafios em simultâneo a tudo isto: obter o máximo de informação da Câmara, contactar arquitectos e construtores e pedir orçamentos.. o que implica agendar reuniões e deslocações ao local... e definir bem o que queremos (esta é a parte mais fácil porque temos ideias bem definidas) mas não deixamos de dar umas voltas para ver o que existe no mercado... temos de decidir coisas como: definir o estilo que vamos seguir (porque gostamos de vários), estudar o que queremos na cozinha, o que queremos no nosso quarto o que fazer na cave/ garagem, que tipo de aquecimento, que tipo de janelas, que tipo de chão (dentro de um orçamento limitado, claro, o que implica definirmos do que podemos abdicar e do que consideramos que "tem que ser").

Agradeço a paciência de quem leu este relato até ao fim mas para mim é uma espécie de registo de tudo o que pensamos e passamos e devo dizer que a única forma de fazer isto é ir resolvendo um problema de cada vez, porque quando, no início, pensamos em tudo o que é preciso encaixar, a vontade é dizer, no way! Mas, o meu lema é que, depois de um período mais ou menos longo e de todos os problemas resolvidos conseguimos ter o que queremos, a nossa "Dream home", e daqui a um ou dois anos tudo passou, estaremos instalados e a usufruir de tudo... e isso significa também muita coisa nova para mostrar no Blog... :)


***

Hello everyone, as you have noticed I have been a bit out of the blog, full of ideas but without time ... who follows the blog knows that we put the house for sale but don't know the rest ... We sold the house to the first couple that went here  :) in November ... felt good. But we hadn't yet bought a house and then we were postponing the signing of the promise to buy and sell for a few months ... the process was not easy because we had some budget limitations, off course so we limited the demand to one "Bank house", for two reasons: the financing is 100% and the interest rate is more friendly. To limit the demand even more, we did not want to leave the area where we live today because the routines are all installed here, from the gym to the manicure (I speak for myself, of course) ... although we have visited other areas, we always come back to square one ... and who searches for houses knows that if we like the layout we do not like the size, if we like the size we do not like the tiles, if we like the tiles, there is no sun ... if we like everything inside, outside space gives to the neighbor, if it does not give to the neighbor gives to a ghost house, if it has a nice view the space is small and if eventually, meets almost all these requirements we can not pay:) ... etc, etc, etc ... this was just to explain the difficulty ...

Finally we saw a house that met our expectations,  the layout of the house, open space on the ground floor ... a nice piece of land and what is the snag? It is still under construction (the positive side is that we can choose all materials, finishes and change whatever we want), but the process in the Chamber has to be started again, which means time and extra costs ...

The whole process is more or less like a puzzle ... finally we signed the CPCV of the sale of our house and it was necessary to wait for all the inherent banking procedures, which takes always more than  desired. Then we need to combine the date of sale of our house with the date of purchase of the new house and then another problem, we have to leave this house and find a space to put everything until the new house is ready and we we have to go and live somewhere ...

Because we are in a saving mood, after all we have a house to finish and therefore, it is not convenient for us to pay the rent of a house and the bank loan of the new house at the same time. Conclusion: Let's live at my parents' house during construction time. It will not be easy...

On the other hand,we need a space to put all our belongings. It was also solved: a friend had two unoccupied rooms that we will temporarily  fill to the ceiling. Lives near, we can carry boxes by car, from weekend to weekend.

It was necessary to start packing and I must say that only from this attic we packed 39 boxes, not counting all the things we already had in boxes, all the clothes of the house, namely carpets, cloths and towels, towels, turks, sheets and duvets, etc, etc, pictures, convas and biblots ... for all this we needed cardboard boxes that I did not want to buy. Then began a pilgrimage to several places: house for old people  (boxes of diapers for the elderly), pharmacies, gasoline pumps (boxes of tobacco) and until now I haven't bought any ...

We have other challenges at the same time: get the maximum information from the Chamber, contact architects and builders and ask for budgets ... which means scheduling meetings and trips to the place ... and defining well what we want (this is the easiest part because we have very defined ideas) but we also stop to take a look what's on the market ... we have to decide things like: to define the style that we are going to follow (because we like several), to study what we want in the kitchen, what we want in our room what to do in the basement / garage, what kind of heating, what kind of windows, what kind of floor (within a limited budget, of course, which implies defining what we can spare and what " we have to").



I am grateful for the patience of those who read this report to the end but for me it is a kind of record of everything we think and we pass and I must say that the only way to do this is to solve one problem each time, because when in the beginning, we think of everything that needs to be done, the will is to say, no way! But my motto is that after a more or less long period and all the problems solved we can get what we want, our "Dream home", and in a year or two everything has passed, we will be installed and enjoying everything ... and that also means a lot of new thing to show on the Blog ... :)




Maria Teresa Martins
( Paixão pelo que é bonito )

Muito obrigada pelos vossos comentários
Olhem o meu sorriso ao lê-los.